It takes two to tango

Quantas vezes a vida não parece mais estranha do que a ficção? Isso é porque toda a ficção se inspira directamente na vida! É porque somos todos medricas que costumamos optar pela ficção. Só que este blog vai optar pela vida... ou algo assim...

sexta-feira, setembro 08, 2006

Professores portugueses dos mais bem pagos da OCDE!


De acordo com um energúmeno responsável do departamento de Estatísticas e Educação da OCDE, Ben Jensen, que se encontra em Portugal a convite da FNE, os professores portugueses são os terceiros mais bem pagos no ranking dos 30 países da organização, apenas ultrapassados pela Coreia e pelo México! Na feitura de tão belas contas, o especialista das couves tomou como valor de referência o miserabilíssimo PIB nacional, limitou-se aos salários dos professores em topo de carreira e não pensou em realizar, claro está, uma leitura a partir da relação entre salários e custo de vida.
"Em Portugal, os salários dos professores estão bastante altos", ganiu o indivíduo, salientando ainda a relação estatística de turmas com médias de 20 a 25 alunos, que nos coloca igualmente "bem".
Quanto ganhou este indivíduo para assim participar na campanha mais suja e ignóbil até hoje desencadeada contra toda uma classe por parte de quem se recusa a perder uma miríade de privilégios ganhos ao longo de anos e anos de roubo, corrupção e amiguismo?
Só posso lamentar a situação de miséria dos professores de países bem mais desenvolvidos do que o nosso e que se encontrarão, a tomar em conta as palavras do douto estatístico, próximos do limiar da pobreza. Para não ir muito longe, coitaditos dos professores espanhóis, que ganham mais do dobro de nós e enfrentam um custo de vida razoavelmente mais baixo...
Agora já sabem... É por estas e por outras que nem me tem dado vontade de escrever!

1 Comments:

At 9:20 da tarde, Anonymous Raposa Velha said...

Hoje este relatório é novamente notícia. Também fiz as minhas comparações (http://fliscorno.blogspot.com/2006/09/os-salrios-dos-professores-e-ocde.html) e creio poder afirmar que a ministra escolheu a dedo que parte do relatório para citar...

 

Enviar um comentário

<< Home