It takes two to tango

Quantas vezes a vida não parece mais estranha do que a ficção? Isso é porque toda a ficção se inspira directamente na vida! É porque somos todos medricas que costumamos optar pela ficção. Só que este blog vai optar pela vida... ou algo assim...

quinta-feira, agosto 18, 2005

A censura não é coisa do passado e quem está no poder nunca constrói a democracia



Caros amigos, a mão suja da censura já começou a preocupar-se com este humilde It Takes Two to Tango! No simpático site onde se chega pelo link www.trle.net , a morada do blog foi apagada por uma simpática moderadora preocupada com as reacções das famílias. Simultaneamente, o programa Adsense recusou, no seu direito, a participação a este blog por considerar que o mesmo se baseia em conteúdos adultos/maduros. Parece que, sem querer, criámos mais um porn site!

Começo a temer acabar por ver-me envolvido em alguma investigação inteligente das difrentes agências de informação internacionais e ainda de entidades tão respeitáveis como a Liga da Moral e Bons Costumes na Net que nem sequer deveria Existir ou a menos radical Liga dos Bloguistas que só se preocupam com Temas Sérios como a Política, o Futebol, a Economia, a Moda, a Família, o Jet-Set e a Vida Normal do Dia-a-Dia! Confessemo-lo: terei talvez ido longe demais ao imaginar que todos temos pénis e vaginas. Ou ao crer ingenuamente que o sentido de humor é um dado adquirido... Seriedade é, no fundo, tudo o que nos exigem. Um indivíduo sério é adulto e respeitável. Um blog como o It Takes Two to Tango transpira infantilidade e imaturidade em cada poro e torna-se perigoso, mesmo nos nossos dias, porque... retira um certo ar de seriedade à "coisa"!

Parece que o maior feito do demónio foi ter convencido a humanidade da sua não-existência. O maior feito dos políticos foi, da mesma forma, convencer-nos de que vivemos em democracia. Mas democracia não é votar regularmente nos mesmos papalvos sérios e incompetentes que se divertem como perdidos a não dar duas para a caixa e a encher os bolsos à custa do cidadão tão ciente da sua seriedade. Democracia tem que ser mais. No mundo dos blogs, pode começar inclusive por se dar uma lição aos censores neuróticos que insistem em comportar-se como grandes pais lançadores de raios e trovões ou professores cuja sapiência se encontra toda concentrada na ponta de uma menina de cinco olhos.

Parece-me que todos vós tendes um possível contributo a dar à causa da liberdade... Crescei e multiplicai os blogs onde se fale de sexo, humor e sentimentos e pensamentos reais, por mais que isso doa às famílias felizes e bem comportadas (aquelas mesmas que vão alegremente dando umas quantas por fora e mantendo as aparências porque é mais conveniente). Quero ver os vossos blogs surgir como cogumelos e submergir das vossas inúmeras verdades o universo estúpido dos censores adultos e bem comportados. Poderei eu contar convosco?




Imagens retiradas de www.dino-online.de e de www.allenwallace.com

2 Comments:

At 12:26 da manhã, Blogger Zézinha said...

O menino anda mesmo de mal com a vida, não admira que seja alvo de ataques no seu blog. Não só tentou convencer-me a apagar comentários que outras pessoas lhe fizeram no meu blog (e eu isso não posso admitir, porque no meu blog mando eu) como ainda por cima censura qualquer resposta que eu aqui lhe tenha dado e insiste em apagar os meus comentários. A censura é uma coisa muito feia, e própria de quem não dá uma fodinha há algum tempo. Mas não desespere: já lhe disse que pode contar aqui com a Zézinha, por caridade até a piça lhe chupo enquanto lhe meto um dedinho no cu, tudo por apenas cinco contos em moeda antiga. Sou a Madre Teresa de Calcutá das Putas. Ah, e achei muito querido da sua parte que se tenha dado ao trabalho de colocar comentários anónimos no meu blog. Gosto do seu tom de criança ofendida, e confesso que meti os dedos na cona e me vim duas vezes por sua causa. Só por isso merece que lhe dê o cu.

 
At 2:44 da manhã, Blogger Master Minder said...

Mais spam desse blog interessantíssimo... À vista de todos.

 

Enviar um comentário

<< Home