It takes two to tango

Quantas vezes a vida não parece mais estranha do que a ficção? Isso é porque toda a ficção se inspira directamente na vida! É porque somos todos medricas que costumamos optar pela ficção. Só que este blog vai optar pela vida... ou algo assim...

quinta-feira, outubro 19, 2006

Mais fofocas sobre a ministra


Não posso garantir a pés juntos pela veracidade do que se segue, mas não tenho a menor dúvida de que faz todo o sentido...
Pelos vistos, a Lurdonas (não consigo, por muito esforço que faça, tratá-la por Lurdinhas) é de Melgaço, um local situado algures no fundo de onde Cristo não terá flutuado sobre as águas, sem ofensa para os restantes melgacenses. E, pelos vistos, a personagem não é apenas abominada por todos os professores portugueses dignos desse nome! Pelos vistos, ela é odiada pelos locais (odiada foi o termo que me foi transmitido), tendo deixado na sua terra um chorrilho de dívidas que nunca se dignou pagar.
Interessante... Foi, pelo menos, o que as minhas fontes me transmitiram. Boa noite e sonhem com os anjos.